vantagens aro 29 29er benefits

Os prós e os contras das bicicletas aro 29

Nota do Autor: o post original foi publicado em junho de 2010, e foi atualizado em Outubro de 2014 com informações mais recentes. Se quiser saber sobre as bicicletas 27,5, esse é o seu texto!

bicicleta aro 29
A Superfly é a MTB mais leve de toda a linha Trek-Gary Fisher.

O Mountain Bike (MTB), também conhecido como BTT por nossos amigos Portugueses é a modalidade de ciclismo mais praticada no mundo e por consequência são as bicicletas mais vendidas no mundo.

As bicicletas de MTB surgiram no final da década de 1950 na Califórnia, quando um grupo de surfistas procurou atividades para os dias sem ondas. As primeiras pessoas a modificarem uma bicicleta para melhorar seu desempenho na terra foram James Finley Scott, Tom Ritchey e Gary Fisher. Este último considerado por muitos o verdadeiro inventor do MTB. Na época as MTBs nada mais eram do que bicicletas de passeio com pneus balão e guidão reto.

As MTBs evoluiram muito com o passar dos anos, hoje possuem quadros reforçados de alumínio ou fibra de carbono, pneus mais grossos com cravos que possibilitam uma melhor tração em diversos tipos de terreno; freios a disco hidráulicos, suspensão traseira e/ou dianteira, pedais de encaixe, pneus tubeless e um número muito maior de marchas.

De lá pra cá o único componente que, até recentemente, não havia sofrido nenhuma modificação foi o diâmetro das rodas que normalmente tem 26”. Na última decada começaram a surgir bicicletas que usam rodas com o diâmetro de 29” (e em 2012 começaram a se popularizar as bicicletas de aro 27,5). Segundo Gary Fisher, as rodas 26” só foram adotadas no MTB por pura coincidência pois na época do surgimento das MTBs as rodas 26” eram as mais comuns no mercado (Saiba mais assistindo ao Episódio da Escola de MTB sobre os diferentes tamanhos de roda).

Muito se debate a respeito dos prós e os contras desse tipo de bicicleta, mas os puristas do MTB têm que admitir as 29ers, como são chamadas essas bicicletas com rodas maiores tem se tornado cada vez mais comuns a ponto de algumas equipes de MTB adotarem exclusivamente esse tipo de bicicleta já são as bicicletas mais procuradas do mercado, e mais as 29ers começam a ser presença cada vez mais comuns nos pódiuns das Etapas do Circuito Mundial de MTB.

Segundo Conrad Stoltz, em e-mail recente (2009) ao Espírito Outdoor, “Pretendo usar mais minha 29er nessa temporada. Sinto que em percursos tecnicamente difíceis a maior superfície de contato com o chão dá mais tração. Com iso você não tem que brecar tanto nas curvas e consegue manter o momentum. É quase como ter uma suspensão extra e com isso você não se cansa tanto….Em qualquer situação acima de 5km/h as 29ers são mais rápidas”. (O artigo foi publicado em 2010, hoje  Conrad Stolz corre exclusivamente de bicicletas aro 29, e apesar dos seus 39 anos tem se mantido no topo da elite do triathlon mundial).

Vantagens das 29er:

  • Menor ângulo de ataque: com um diâmetro maior as rodas dissipam melhor as oscilações verticais dos buracos e obstáculos. Andar em uma aro 29 é quase ter uma suspensão extra.
  • Maior superfície de contato com o chão o que melhora a aderência nas curvas, tração nas subidas e nas frenagens. Em superfícies “soltas” (loose surface) rodas maiores são uma real vantagem.
  • Rodas maiores mantém o momentum mais fácil: Quanto maior a velocidade mais fácil fica de manter o momentum.
  • As 29er são mais confortáveis e com isso cansam menos os ciclistas.

Veja o vídeo abaixo comparando as rodas aro 26 e aro 29.

vantagens aro 29 29er benefits
As rodas maiores são uma real vantagem na transposição de obstáculos

Desvantagens das 29ers:

  • Rodas maiores sempre serão mais pesadas.
  • Rodar maiores demoram mais para acelerar.
  • A distância entre eixo pode ser maior numa bike 29” do que em uma bike 26” o que faz com que a bike seja um pouco mais lenta em situações extremamente travadas. Se você se preocupa com a agilidade de pilotagem, pode ser legal considerar uma bike de aro 27,5″(ou 650B).
  • Ainda não existem muitas opções de suspensões e pneus para as 29ers. Hoje o mercado oferece uma grande variedade de pneus, aros e suspensões para as bicicletas aro 29.

Opinião do Rodrigo Langeani: Em 2008 enquanto disputava o Campeonato Mundial de Xterra pude fazer o test drive de algumas 29ers e fiquei impressionado com as bicicletas. Achei que fossem bicicletas lentas e que demorassem a responder, mas encontrei bicicletas rápidas, seguras nas curvas e que permitem uma pilotagem agressiva (the way i like!). Senti muita diferença no ângulo de contato sobre os obstáculos e acho que as rodas maiores são uma real vantagem em provas muito duras e/ou muito longas.

Cabe a nós torcermos para que tais bicicletas se popularizem e se tornem mais acessíveis no mercado



728x90_zanox_Oferta da Semana

Gosto muito de reler esse comentário escrito em 2008, que mostra que a percepção da época estava certa. Hoje em 2014, a expectativa é se as 27.5″ (650b) conseguirão desbancar o trono das 29. Será?

Atualização Outubro/ 2014: Atualmente estou andando com uma Mountain Bike 27,5″(650B) e estou muitíssimo satisfeito, a ponto de pensar de que talvez eu não volte mais a usar uma bike com aro 29. Escrevi um artigo sobre os Prós e os Contras das Bikes 650 (27,5″)

.

Deixe seu email e Mantenha-se atualizado!: 

Você pode também seguir nosso perfil no Twitter!

Posts Relacionados

30 thoughts on “Os prós e os contras das bicicletas aro 29

  1. olá!
    gostei da rapidez com que a matéria foi ao “ar”! sugeri o tema no começo da semana e dois dias depois está ai!! muito obrigada pela atenção.

  2. Ola!
    Sou um entusiasta da corrida de aventura, Cross Triatlo e das rodas 29″ (29er).
    As 29er mudaram bastante desde suas primeiras aparições e hj ja são realidade.
    Sou fã de Conrad Stoltz (triatleta da Africa do sul) e de Paul Romero, ambos usuarios de 29er, alem do lendario corredor de aventura Zé Pupo, entusiasta do formato.

    Temos poucos modelos e peças ainda, mas ja é possivel encontrar quadros, rodas e bikes prontas no Brasil.
    Falta um pouco de divulgação do novo formato.
    Que venham as rodas grandes.
    Abraço.

  3. Valeu o post e a explicação. Parabéns.
    Eu gosto muito de bikes simples e com uma linha mais limpa.
    Como o que se vê nas fixas e nas single speed.
    O que vc acha das 29ers com uma marcha? É uma dureza ou uma forma interessante de diversão?
    Abs.

    1. Acho realmente que as 29ers serão o futuro do MTB. Uma bicicleta single speed deve ser muito divertida e deve dar muito menos manutenção, então pensando na possibilidade de juntar as duas coisas deve ser massa.
      Qualquer dia toma coragem e monto uma bike dessas para mim.

  4. Andei numa 29″ há alguns dias e notei claramente a facilidade com que ela acelera depois de já estar em movimento. A aceleração inicial não é assim tão lenta, não. Tenho certeza de que as vantagens apresentadas pelo artigo valem muito mais do que as desvantagens quando se pensa numa avaliação das 29″.
    E quanto ao futuro dessas bicicletas… elas são o futuro! Andem numa delas e comprovem!

  5. Sobre as “single” speed, me parecem ser bikes para diversão, realmente, mas que, se tiverem a relação ajustada adequadamente para determinado trecho, podem ser utilizadas “quase” como uma MTB ou speed de rendimento. Mas definitivamente estão mais no domínio da diversão do que do rendimento.

    1. Concordo contigo. É quase impossível competir com uma single speed contra uma bicicleta com várias marchas, mas nos EUA existe uma categoria própria de single-speed nas provas de MTB. Existe até um campeonato mundial de cross-country single speed, onde o vencedor é obrigado a fazer uma tatuagem no corpo alusiva ao evento.

  6. Fiz trilhas durante 1 ano e meio com uma MTB aro 29″, quadro montado Sette Razzo de apenas 1490 gramas, excelente quadro, mas ficou grande no tamanho 18″ (medium que devia se chamar Large) e tem um Tubo Horizontal (effective top tube) de enormes 603mm. No comprimento ele é do tamanho de um quadro 20″ rodas aro 26″ (Extra Large). Tenho até uma Giant ATX Pró tamanho 19″ que é menor que o Sette Razzo aro 29″ tam 18″. O quadro 29’er e muito mais comprido que um quadro 26″, equivale a uns 2 números a mais.
    Mesmo com a altura de 1,73m e 80cm de cavalo eu devia ter comprado o tamanho 16″ e instalado um canote de 400mm ou maior, a bike teria ficado muito mais “na mão”, muito mais ágil.
    Apesar desse engano na compra do tamanho ideal, me adaptei bem às grandes rodas, fiz desde as trilhas mais difíceis às mais fáceis. Como gosto de ir pedalando ao início das trilhas, a bike 29’er ficou ótima para meu tipo de exercício, porque ela reune o melhor do asfalto e dá mais conforto no MTB devido ao grande volume de ar dos pneus e da posição mais alta do guidão.
    Desvantagem para 29’er só nas trilhas muito técnicas e muito acidentadas (travadas), de resto é só vantagem, com certeza.
    O conforto chega próximo ao de uma suspensão total, mas a full leva vantagem, na minha opinião, lê melhor o terreno e tira o desconforto da não pavimentação off-road. As full têm maior manutenção, peso bem maior e são mais caras, ou seja, o investimento é muito maior.

  7. Antes eu sofria numa 26 hoje é só alegria na 29, olha que tenho 50 anos. Ela é boa para subir, descer e na reta não tem comparação. Acho que fiz muito na 26 nas trilhas e provas amadoras em Minas Gerais ( Nova Lima ). Minha melhor compra. 29 vc vai ter uma.

  8. Para os atletas mais baixos, de 1,60m, que usa quadros pequenos, tam p ou 16, aro 29 é um bom negocio? Ou nesses casos e melhor ficar c as 26 mesmo?

  9. Olá Rodrigo!

    Estava lendo o comentário de César Ribeiro, acima.
    Quanto ao tamanho de quadro ele mencionou que os quadros das 29 são equivalentes
    a dois números a mais nas 26. Por exemplo, tenho 1,90 e uso minha bike aro 26 com quadro
    21, então seria ideal eu utilizar uma 29 com o quadro 19(sem considerar o “bike fit”, apenas
    o tamanho do quadro e o ajuste da altura do selim)?
    Queria saber, pois tenho interesse em adquirir uma dessas, e tive dúvida em relação ao tamanho
    do quadro.
    E mais, parabéns pelas dicas de pilotagem!

    1. Anderson,
      As bicicletas de aro 29 são planejadas pelos fabricantes para terem o seu “cockpit” de igual tamanho às bicicletas de aro 26. Portanto, se vc usa o tamanho 21″ em uma aro 26, na minha opinião, vc deve procurar uma 29 de mesmo tamanho.
      Alguns atletas preferem um tamanho menor nas 29 por acreditarem que terão uma bike mais ágil. Na minha opinião isso não influencia muito, com a desvantagem de não conseguir um fit perfeito na bike.
      Abraço,

  10. Tenho uma especialized 29″, na minha opinião isso nem se descute, 29″ sem duvidas é muiiito melhor, rende muito mais, sem sombra d dúvidas, mais aí vai d gosto, 29″ vc força mais um pouquinho nas subidas mais isso não é problema pra quem realmente pedala, subidas dificeis fazem parte….

Deixe um comentário!